sexta-feira, 4 de maio de 2012

os plenos poderes do bicampeão



caríssima(o),

no dia em que a ASAE confirma o "dumping" na louca (e vergonhosa) promoção da cadeia de supermercados do "pingo hemofílico" - com «total desconhecimento» (!!!) do seu chairman -, e que a SAD do UD Leiria anuncia que «irá desistir» de permanecer na principal liga nacional de futebol (muito pouco) profissional - talvez porque o seu presidente demissionário emita letras sem qualquer cobertura... -, atente-se nas seguintes palavras do nosso estimado Rui Moreira, no seu mais recente artigo "bicampeões", publicado na sua coluna de opinião habitual PLENOS PODERES, no pasquim da Travessa da Queimada, na edição impressa de hoje:



© abola


com estes seus breves (mas pertinentes) apartes, penso que está tudo escrito sobre tal vergonhoso assunto, com a consequente perda para quem de direito: os clubes que efectivamente cumprem com as suas obrigações (porque também os há).
e, mais uma vez, (re)afirmo que não compreendo, nem aceito (!) a proposta de um alargamento do número de clubes para o nosso principal campeonato de futebol, com ou sem "liguilha" por parte do «grupo albanês» que o gere - e ao contrário do que defende josé manuel delgado, no seu editorial "já não é imoral, mas continua mal".
sustento a minha posição com o seguinte argumento: se é para termos mais "leirias", então já basta assim...

é (também) para a rápida resolução de problemas como o referido, que saúdo a constituição do (mais do que provável) "Tribunal Arbitral do Desporto" e mesmo que este ainda não tenha saído do papel.


© Google


na edição em causa, também quero destacar o escrito de Paulo Teixeira Pinto "causa e (e)feito", sobretudo para as verdades referidas no último parágrafo do seu artigo. 
(in)tentar retirar mérito desportivo a esta conquista do FC Porto - o oitavo título nos últimos dez anos (!!), apesar da sua baixa "nota artística" - vale tanto (ou menos) do que lampionicamente branquear a triste verdade (pouco) desportiva inerente ao "campeonato dos túneis", por exemplo.

para os (ir)responsáveis coisinhos da agremiação de Carnide, há dois anos atrás, as arbitragens eram «transparentes e credíveis», como a imagem acima o atesta. sabendo-se que os artistas do apito, na sua larga maioria, são os mesmos - «patinho feio» incluído e à cabeça -, legitimamente pergunto: o que mudou entretanto?
talvez a disputa pela bola de prata, pelo segundo ano consecutivo e com o devido destaque pelo seu órgão de comunicação (mais do que) oficioso...
é que só assim se entende que uma qualquer "carraça", com responsabilidades pelo cargo dirigente que ocupa, afirme à saciedade «não quero ser campeão nacional com batota! [o 5lb] não tem a tradição de ganhar as competições de forma mentirosa! e este campeonato tem um sabor diferente...».
até quando perdurará a impunidade perante estas escabrosas afirmações? afinal, já passam mais de dois meses depois que "outro alguém" ameaçou e "um outro" proferiu idênticas alarvidades, e sem que se vislumbre qualquer possibilidade de os condenar por tal...
mas, não será de estranhar num clube onde não existe censura...






a propósito do quotidiano azul-e-branco.
relevância para as mais recentes declarações de Vítor Pereira no lançamento do importante encontro de amanhã, ante o Sporting Clube de Portugal - «neste clube estamos habituados, e eu particularmente, a assumir responsabilidades. aqui não assobiamos para o lado, assumimos as nossas responsabilidades quando as coisas não correm bem» -; para as previsões de Mário Jardel em relação ao clássico de amnhã; para o facto de (muito provavelmente) não revermos o craque brasileiro Anderson no Estádio do Dragão; para a parabenização daquele a quem já apelidei de "pesetero" pela conquista de mais um título.


para finalizar, destaque para o 'el especial' louvor de pereira ramos à mais recente conquista 'blanca' - com direito a fotos privadas e tudo -, e para o "'tá claro!" de joão (nada) bonzinho.

sobre o primeiro tópico, de referir que, num campeonato com «dois extraterrestres», está tudo dito sobre a sua competitividade quando, a faltarem duas jornadas para o término da sua presente edição, o actual terceiro classificado está a trinta e seis pontos do actual primeiro...
à atenção dos que tecem loas à La Liga.

sobre o segundo assunto, penso que não há que tecer quaisquer comentários quando o autor em causa defende que:


© abola


beijinhos e abraços (bicampeões)!
e Muito Obrigado! pela tua visita :)

4 comentários:

  1. Muito bem tá tudo dito,gostei muito de te visitar,coisa que faço com muito prazer,apesar de poucas vezes comentar.
    cumprimentos
    manuel moutinho

    ResponderEliminar
  2. @ Manuel Moutinho

    caríssimo,

    muito obrigado! pela sua visita e sobretudo pelas suas elogiosas palavras ;)

    cai sempre (muito) bem saber dessa receptividade toda ;)

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  3. Hoje uma Super-Lua dará brilho e iluminará a festa dos Campeões.
    Os perdedores, como sempre, arranjarão todas as desculpas, numa espécie de cassete para enganar tolos que gostam de ser enganados.

    Parabéns a todos...

    Abraço

    ResponderEliminar

vocifera | comenta | sugere
(sendo que, num blogue de 'um portista indefectível', obviamente que esta caixa é destinada preferencialmente a 'portistas dos quatro costados'. e até é certo que o "lápis", quando existe, é azul.)

Show Emoticons