terça-feira, 16 de Setembro de 2014

«contundentemente contra nós»*



© pasquins do burgo
(clicar na imagem para ampliar)



... mas, mais do que a sonegação da Realidade, do que efectiva, comprovada e realisticamente aconteceu em Guimarães, por parte do pasquim editado pelo "belenense" do sr. serpa, o que registo para memória futura são as análises à arbitragem do jogo em causa:


© pasquim da Travessa da Queimada
(clicar na imagem para ampliar)


© pasquim da Travessa da Queimada
(clicar na imagem para ampliar)


concluo com a minha mais forte convicção de que, mesmo para quem preza a "verdade desportiva", será de todo impossível dissociar todos estes lances, que tiveram um cariz fortemente tendencioso e conscientemente premeditado - a começar por uma gritante dualidade de critérios e a terminar na aberração de (mais) um árbitro se gabar do seu fervor clubístico -, com o (bom) futebol praticado em Guimarães, por duas jovens equipas, num terreno que mais se assemelhou a um campo de batatas a partir dos 15'.

é que não há tácticas que resultem - e mesmo que, por momentos, tenha tido um regresso a um Passado recentíssimo, com aquela inexplicável entrada de Aboubakar aos 89' (?!) - quando se tem que lutar contra 14 adversários... 

e, agora, venha lá o BATE Borisov para se "purgarem" as nossa mágoas...

*

«


O que lhe parece? Se marcas mais um golo do que o adversário ganhas, se não marcas não ganhas. Os árbitros são pessoas, que se equivocam como eu me equivoco diariamente. Hoje estiveram contundentemente contra nós e equivocaram-se. Não há nenhuma dúvida, a arbitragem foi claramente importante para o resultado final. Espero e desejo que se equivoquem menos. Não são críticas; apenas digo que se equivocaram, como as imagens o demonstram...

»



"disse!"



segunda-feira, 15 de Setembro de 2014

«sempre a cantar por ti»




caríssima(o),

vou começar pelo meu pensamento final, no qual acredito convictamente:

depois do escândalo arbitral de Guimarães, estamos, de facto, no bom caminho para termos o sucesso desportivo que tanto ambicionamos!

o caríssimo Zé Luís, em vésperas do encontro na cidade berço, trouxe à colação uma muito interessante estória arbitral, ocorrida em 2001 e que envolveu o mesmíssimo "verdadeiro artista do apito" que nos calhou em rifa e precisamente no mesmo palco.
eu, que não acredito em coincidências, nunca considerei que a história poderia repetir-se; depois de ter visto, em diferido, a partida no D. Afonso Henriques, retiro o «nunca» do início daquela oração gramatical.

de facto, é de todo impossível dissociar o (a espaços) bom futebol praticado em Guimarães com o autêntico "roubo de Catedral" verificado este Domingo - a única forma que se encontrou de nos sonegarem (pelo menos) dois pontos e, por inerência, a liderança isolada no campeonato. assim de repente, regressei a Barcelos, em Janeiro de 2012 e ao trabalhinho sujo de mais um "patinho feio" da arbitragem nacional...
desta feita, foram estes os ladrões de serviço nomeados pelo 'shôr' vítor, com especial e particular destaque para os bandeirinhas josé braga e valter rufo (com tanta abnegação em nos cortar lance, após lance, após lance ofensivo...):


e, para os mais desatentos nestas andanças como eu, convém recordar o que afirmou o palhaço (sem ofensa para os profissionais desta arte circense) que ainda se encontra à frente dos destinos da Liga Portuguesa de Futebol (muito pouco) Profissional, à menos de uma semana, aos microfones da estação (cada vez menos) pública de televisão e a única que ainda vai patrocinando os seus dislates:

«


O 5lb, como clube maior em termos de exposição e de número de adeptos, não devia tentar seguir o exemplo do FC Porto, mas sim criar um sistema mais transparente. 
Até há 20 anos atrás, o 5lb dominava o futebol português e o FC Porto percebeu que tinha de fazer uma mudança brutal. Tem uma estrutura altamente profissional, que não brinca em serviço, e criou uma rede de influências que é conhecida.

»


portanto, estava bom de ver que iríamos sofrer bastante para conseguirmos os três pontos.
felizmente que, esta época, temos um treinador à frente da nossa equipa do coração e que, apesar de ser estrangeiro, já parece saber o que "a casa gasta" em termos de arranjinhos e afins; se tivesse algumas dúvidas, a partida em causa dissipou-as, pelo que, acredito pia e cegamente, será difícil "apanhá-lo na curva, outra vez". no entanto, não posso deixar de estar apreensivo quanto à punição que Lopetegui verá por ter declarado que:

«


O mais difícil foi marcar um golo válido que não contou. Os árbitros são humanos e podem errar, mas houve dois erros importantes... Na primeira parte houve um penálti claro sobre o Brahimi que ficou por assinalar. É futebol. Eu erro todos os dias e eles também, mas espero que os erros possam ser reduzidos ao máximo.

»


depois de Co Adriaanse ter sido suspenso por 15 dias, por afirmar «it's a foult! | é falta!», já estou à espera de tudo... 
e principalmente porque não temos um burro do Carvalho a quem tudo - mas mesmo tudo! - lhe é permitido (e posteriormente perdoado):

© scribd
(clicar na imagem para ampliar)


duas breves notas finais:


a primeira para te manifestar a minha expectativa relativamente ao que o pasquim da Travessa da Queimada trará como referencial digno de primeira página; pela imagem abaixo e ao seu recorte de "fina ironia",  acho que não será difícil prever o que por aí virá:


© pasquim editado pelo sr. serpa


a segunda é destinada aos lampiões de serviço que (também) visitam este espaço de discussão e cuja discussão lhes é totalmente vedada, a fim de lhes reavivar a memória acerca de «roubos» de arbitragem, de «filmes sempre repetidos» e de «resultados enganadores e mentirosos»: 


© pasquim do sr. serpa | scribd
(clicar na imagem para ampliar)


© ojogo | scribd
(clicar na imagem para ampliar)


note-se que não precisei de recuar muito no Tempo, «apenas e só» até aos desenvolvimentos ocorridos na passada Sexta-feira, em Setúbal...


"disse!"



domingo, 14 de Setembro de 2014

vai um joguinho?



© google


© google


© google


é que diz que o Verão já acabou aqui, mas eu teimo (e persisto) em não acreditar...


"disse!"



sábado, 13 de Setembro de 2014

invasão ao castelo!


© Tomo II


caríssima(o),

regressa o Campeonato - o nosso objectivo desportivo primordial - e logo com um jogo grande, frente ao Vitória Sport Club, num campo tradicionalmente hostil para nós. 
quem é que não se lembra do que aconteceu em 1995, no antes, durante e depois da Anabela "palavrinhas"?! pois...

será o primeiro de uma série de cinco partidas com um grau de exigência elevado, a envolver a "reactivação" do derby da InBicta e deslocações à Ucrânia e ao "reino distante de Alvaláxia"®, e só para o corrente mês de Setembro; em Outubro teremos as recepções aos gverreiros do Minho e aos bascos do Athletic...

tal como Pedro Marques Lopes, em "é tempo de fato-de-macaco e dentes cerrados", também acredito que:


© pasquim da Travessa da Queimada


não teria escrito melhor.

e por falar e escrever, peço-te desculpa pela minha ausência, mas a preparação do novo ano lectivo e o seu ultimar dos "retoques" finais, estão a desgastar-me física e psicologicamente - motivos mais do que suficientes para conscientemente "desleixar-me" nos tempos mais próximos...

certo de que compreenderás esta minha (ingrata) posição, despeço-me com votos de que, já a partir deste Domingo, consigamos ser um só e os únicos assobios dirigidos à nossa equipa do coração que se ouvirão sejam «apenas e só» os dos nossos adversários.


somos Porto!, car@go! 
«este é o nosso destino»:  


beijinhos e abraços sempre! muito portistas!
Muito Obrigado! pela tua visita :)



quinta-feira, 11 de Setembro de 2014

de (mais) uma vitória moral...


© zerozero | Tomo II


e agora, bruninho?

de quem vais reclamar? já estás a preparar novo comunicado?

e que argumento(s) falacioso(s) e com referências próprias de um elemento da Juve Leo que chegou à presidência de um clube "de pára-quedas", vais utilizar?

"em que pé" é que fica o FC Porto e o seu grande presidente, neste imbróglio por ti criado?
ah!, já sei! talvez na questão dos tais «20M€» que para nós ficou por "uns meros" 6.5M€ - sinónimo de quem efectivamente possui capacidade, conhecimento e sobretudo prestígio e reconhecimento internacionais, na valorização dos seus activos mas que, para ti e na tua cabecinha com uma voz interior em tudo idêntica à tua (ou seja, de quem não menospreza um bagacito de quando em vez), não passa de puro (por que demasiado ingénuo e lactantemente pueril) desconhecimento.


(clicar na imagem para ampliar)



"disse!"



quarta-feira, 10 de Setembro de 2014

do (muito) orgulho tripeiro...



© Tomo II


para que conste:


» o meu "muito obrigado!" ao E., colega de trabalho e ferrenho defensor do nosso arqui-rival, pela excelente surpresa que nos proporcionou, presenteando o Guilherme com a camisola acima;

» a quem maliciosamente (e só por manifesta má-fé) julgar que foi "tudo" forçado, considero que o sorriso acima revela todo o ar de enfado e de pura obrigação ante o poder paternal, do meu filhote em ter a camisola vestida;

» o Guilherme só despiu a camisola para tomar banho; 

» ao ir dormir, o Guilherme armou o verdadeiro banzé por não a poder ter vestida; a solução encontrada foi colocá-la ao fundo da cama, virada para ele e a promessa de, amanhã, voltar a vesti-la;

» o pai do Guilherme está extremamente aborrecido e muito chateado com "isto" tudo, como se depreenderá... 



... porque o teu clube é que é o exemplo-mor, certo?


© zerozero | Tomo II


«


«A utilização dos fundos pelo FC Porto foi dada [nas sessões da Soccerex] como um dos grandes exemplos do que não se deve fazer no Futebol», afirmou'burro' do Carvalho, em declarações à margem das conferências Soccerex, que decorrem em Manchester, e onde o dirigente leonino está a representar o clube verde e branco e apresentou uma comunicação sob o título "How to run a club successfully" | "como dirigir um clube com sucesso".


»



caríssima(o),

mais uma vez, reproduzem-se as afirmações ali em cima para memória futura.
subscrevo toda a razão que assiste a Miguel Sousa Tavares, na sua NORTADA de ontem, no capítulo que dedica à abécula em causa.
portanto, assim se justifica o título desta telegráfica "posta de pescada"®, com a adenda de que, se não se soubesse do 'quid pro quo' que o coiso calimero tem com a Doyen, as suas afirmações até passariam por credíveis...


por último e mesmo assinando por baixo a opinião do M., administrador do extremamente azul "Tribunal do Dragão", a propósito do castigo aplicado a Edo Bosh, irei aguardar serenamente impaciente pela reacção oficial do FC Porto à gritante dualidade de critérios verificada no castigo em causa.


"disse!"


segunda-feira, 8 de Setembro de 2014

de um exemplo de altruísmo jornalístico (puro e desinteressado)...


© pasquim editado pelo sr. serpa
(clicar na imagem para ampliar)


caríssima(o),

resolvi passar os olhos à edição impress... digital do pasquim da Travessa da Queimada com mais atenção. e ei-la, a páginas 27

naquele momento, recordei-me do episódio joão cancelo, da ausência de semelhante abnegação e altruísmo por parte do pasquim em causa (numa situação em tudo idêntica), do silêncio ensurdecedor que houve (de facto!) e até se saber o que parecia incongruente a um qualquer comum mortal, adepto profissional de bancada como eu (repito: numa situação em tudo idêntica)...

sobre a dúvida que assiste ao "profissional" josé carlos de sousa, não pude deixar de considerar deveras enternecedor o último parágrafo do "coiso jornalístico" acima, e que se reproduz para memória futura.

para finalizar:



pronto! é exactamente isto aqui que eu também quero ser capaz de fazer para ti e ainda não sei como!


"disse!"



engana-me que eu gosto...


da versão lampiónica para 2014/2015
(vulgo: a de contenção)


© pasquim editado pelo sr. serpa
(clicar na imagem para ampliar)


da versão portista para 2014/2015
(vulgo: a de despesismo desenfreado)


© pasquim editado pelo sr. serpa
(clicar na imagem para ampliar)


dois clubes nacionais. 
duas realidades distintas. 
dois modelos de gestão desportiva diferenciados. 
duas formas de investir no mercado de transferências similares. 
duas análises fajutas perpetradas pelo mesmo pasquim.


concentro a minha indignação, nestas duas perspectivas, principalmente por:

» na lampiónica, paulo alves se ter concentrado «apenas e só» no valor das vendas da agremiação de Carnide, mesmo que inflacionadas por as remeter para o início do ano civil de 2014...
talvez fosse conveniente relembrá-lo de que, no caso do FC Porto e sem se saber o que virá descriminado no próximo Relatório&Contas consolidado da SAD, referente a 2013/2014, e assim "por baixo", já encaixou cerca de 94M€ em vendas de passes de jogadores contra os supostos «104,8M€» dos coisinhos, pelo que a diferença nem será assim tão significativa e coo se quer fazer crer...

» na portistanuNNo vieira se ter baseado na exploração e na extrapolação dessa ideia peregrina de um «grupo rico» ao serviço de Julen Lopetegui, não apresentando dados que baseiem e sustentem as suas fantasias.
sendo que e de acordo com os valores que vieram a público, a FC Porto SAD investiu aproximadamente 30,8 M€ em dezasseis jovens jogadores de Qualidade t-o-p -  contra os supostos «33,5M€» dos coisinhos, em taliscas, benitos, candeias e djavans. ai! estes dois últimos não, que entretanto estão a ser opção do jorge "jejum" noutras paragens, certamente para nascerem «dez vezes» até merecerem uma oportunidade, como é seu timbre frisá-lo e por mais do que uma vez...
já agora e a propósito do «porque só fiz uma substituição? um jogo permite ao treinador fazer três substituições. depois há uma razão técnico-tática para as fazer, ponto! Olhei para o jogo, achei que não devia fazer nenhuma substituição», convém recordar o banco do FC Porto, em Janeiro de 2013, aquando da visita ao antro de Carnide; a saber: Fabiano, Abdoulaye, André Castro, Izmailov, Kelvin, Sebá e Tozé (a negrito os que foram a jogo).

mas ainda há quem acredite naquelas patranhas (pseudo-)"jornalísticas" e por muito que as se desmascare, expondo os seus argumentos falaciosos e desmascarando as suas falsidades "factuais"...


"disse!"



domingo, 7 de Setembro de 2014

ando a rever os episódios...


© google


[se bem que, no Presente, seja de todo impossível para mim dissociar o episódio IV da série Star Wars | Guerra das Estrelas, dessa genial e para sempre intemporal rábula de Mel Brooks "spaceballs", e também do que Seth MacFarlane concebeu para "Family Guy", em "blue harvest" (e posteriormente em "something, something, something, dark side" e "it's a trap!")]



sexta-feira, 5 de Setembro de 2014

recordar Novembro de... 1996


© público | dragão até à morte
(clicar na imagem para ampliar)


caríssima(o),

é inacreditável, pelo menos para mim, como passados quase dezoito anos (!!!), este texto de Miguel Sousa Tavares ("a revolta dos medíocres") permanece tão, mas tão actual e independentemente do nome dos protagonistas...

e são incríveis as saudades que sinto por esta demonstração de profundo portismo do nosso 'enfant terrible'...

num tom um pouco mais informal, foi por um afortunado Acaso que "tropecei" no texto acima. é o o que acontece quando procuramos alhos e encontramos bugalhos...
depois e tendo em linha de conta a imagem de marca deste espaço de discussão, seria impossível ser mais sucinto, certo? 


somos Porto!, car@go! 
«este é o nosso destino»:  


beijinhos e abraços sempre! muito portistas!
Muito Obrigado! pela tua visita :)



quinta-feira, 4 de Setembro de 2014

help wanted | preciso de ti


© google | Tomo II


caríssima(o),

com a preparação e o começo de um novo ano lectivo, e com todo o trabalho que tal envolve; com um colega de férias e outro de baixa, num momento tão "crítico" como este; com os afazeres profissionais dos finais-de-semana e a sua devida planificação; com a rotina diária familiar; com todos os imprevistos (vulgo "pepinos") desta vida, e que vão surgindo sempre nas piores alturas e sempre sem pré-aviso... 
com tudo este lamúrio e sabe-se lá mais o quê, eis os motivos principais para o meu silêncio presente. como já o referi, espero que seja breve...

depois, "isto" não está mesmo nada fácil... explico.
como mencionei na "posta de pescada"® bem ali em baixo, estava a contar apresentar e presentear-te com uma novidade, aqui neste nosso espaço de discussão pública. porém, como o Acaso é tramado com um F bem maiúsculo e "de boas intenções está o inferno cheio", tal ainda não me foi possível - apesar de estar empenhadíssimo em tal. esta será porventura a razão principal pela qual ando tão caladinho nos últimos tempos.

sucintamente, resolvi fazer um investimento que considero bastante oportuno. vou explicar-to e, de antemão, já sei que serei alvo de críticas e julgamentos precipitados, bem como de estar a fazer publicidade a quem não merece o ar que respira... mesmo assim, aqui vai.
o pasquim da Travessa da Queimada - sim!, esse mesmo! o do "belenense" vítor serpa e de toda a sua comandita -, até 30 de Setembro, está com uma campanha promocional de uma subscrição mensal da sua edição digital por apenas um euro. o "contra" é a obrigatoriedade de, findo esse mês (e repito, por apenas um euro), termos que renovar a assinatura, no mínimo, para a subscrição trimestral e efectuar o pagamento via cartão de crédito...

este que vos escreve lê o pasquim da Travessa da Queimada desde chavalito, muito por influência do pai (portista convicto) e como o recordei aqui, na caixa de comentários do blogue de visita obrigatória "dragão até à morte", do caríssimo dragão Vila Pouca.
as razões principais por que o faço quase diariamente já são do conhecimento público.
o hábito (quase) obrigatório e de há (pelo menos) onze anos venceu uma promessa antiga, plasmada neste mesmo espaço de discussão.
portanto, o que resta é pura matemática:

» cenário até Agosto de 2014:


365 dias x 0.85€ =  310.25€

(a que acresce o valor da meia-de-leite e do pão com manteiga)


» cenário até Outubro de 2015:


395 x 0.21€ =  81€  

(não acrescem despesas suplementares; a leitura é feita no recato do lar)


chegados aqui e finda a (indevida) publicidade, eis o que pretendo de ti.
a minha intenção, quando adquiri o produto em causa, era conseguir converter as totalidade de cada uma das edições digitais do pasquim editado pelo sr. serpa para o formato PDF, e disponibilizá-las à saciedade, numa página própria neste espaço, criada para o efeito e que se encontra "em suspenso".
acontece, porém, que o sr. serpa não anda a dormir e, prevenindo-se contra tipos (tão ou ainda mais) "beneméritos" como eu,  ordenou que a única forma de se conseguir visualizar as edições digitais é tão-somente com o recurso à última versão do Adobe Flash Player, a qual tem a opção de 'download'/transferência de ficheiros desactivada... e como está fora de hipótese proceder a 'print-screen's', pela enormidade de tal tarefa hercúlea...

assim sendo e porque, à data e hora destas linhas, desisti de encontrar um aplicativo grátis, que não seja uma versão de experiência (vulgo 'trial') e livre de viroses, capaz de converter as edições digitais em PDF, peço-te ajuda nesse sentido, preferencialmente via e-mail.
certamente concordarás comigo nesta minha intenção em conseguir transmitir (também) o que "de melhor" se publica nas edições impressas, do pasquim em causa, sobretudo e principalmente a todo esse "maravilhoso mundo que é a bluegosfera"®, pois que há que conhecer o que o "inimigo" pensa sobre nós e por forma a estarmos devidamente preparados para as árduas batalhas que nos esperam.
basicamente eis o que acontece sempre e independentemente do que instale:


© Tomo II
(clicar na imagem para ampliar)


e pronto!
sucintamente é "isto"; se fosse para o descrever de uma forma mais detalhada ainda não terias chegado ao fim deste testament... texto um pouco grande, e se o compararmos com os anteriores, deste mês de Setembro...
por último, de referir que o título desta "posta de pescada"® bem como a imagem que tão bem o embeleza, foram inspirados em dois clássicos intemporais, dessa mítica "banda de garagem[modo de ironia 'on'] apelidada The Beatles; a saber: "help!" e "with a little help from my friends".
penso que dá para perceber a mensagem...



"disse!"