segunda-feira, 10 de novembro de 2014

do se saber perder (a toda a linha)...


© FC Porto sempre | OJOGO
(clicar na imagem para ampliar)


«


Consegui ir ao estádio... E estou com "um melão" tão grande que, já é quase 01h da manhã e ainda nem jantei...

O meu estado de espírito resume a isto:

Análise interna:

» não consigo gostar do Maicon;
» não consigo gostar do Herrera;
» não consigo gostar do Quaresma em jogos fora;
» o Adrián foi "comido" pelo 'duplo pivot' e nunca saiu de lá (eu, quando "estou preso" num qualquer sítio que não goste, tento sair - nem que seja para ir dar uma volta e apanhar ar...). Eu gosto dele (caramba!, que devo ser o único!), mas ele tem de ser mais "esperto" do que "inteligente"... E não tem sido;
» o Brahimi é de outro planeta;
» o Aboubakar merece entrar ao lado do Jackson e em 4-4-2. A sério que mereceExperimentem!
» o Óliver tem de jogar. Sempre! Metam quem quiserem, mas o Óliver tem de lá estar!
» gostava que não nos estivéssemos a desviar da identidade de posse de bola criada no início da época. Hoje só a tivemos porque o adversário assim concedeu, não porque nós tivéssemos escolhido isso.

Análise externa:

» o Estoril, contra o 5lb, levou 3 golos patéticos... E houve de tudo: atrasos estúpidos, frangos, expulsões... Hoje pareciam a "muralha da China": implacáveis e sem erros... Prefiro não tirar conclusões;
» o 'fair-play' é mesmo «uma treta». A sério que é... Gajos que se deitam no chão para o árbitro parar o jogo quando alguém põe a bola fora... Substituições demoradas... Um 'penalty' aos 80 minutos e que demora uma eternidade para ser batido...;
» um árbitro que é portista mas que fez de tudo para não parecer, até ao exagero oposto... A forma como ele acabou a primeira parte; a forma como hesitou no 'penalty'; a forma como não viu o 'penalty' no lance do 2-2 (até eu vi. E do outro lado!); a forma como permite que não se jogue, etc... Prefiro que não apite mais o FC Porto... Venha outro qualquer, menos o Bruno Paixão (porque, esse, continua "em forma", como se viu hoje, na Choupana!);
» uns anormais, na claque (!!!), que começam a insultar os jogadores quando o jogo está 1-1 e a 20 minutos do fim. Para isso, fiquem em casa! Que não façam 300 km, que estamos melhor sem eles!


Sinto que tudo nos escapa entre os dedos... 
Fazemos mais do que o"outros" mas acontecem "coisas"... Os "outros" fazem pouco e acontece"coisas"... Nós apanhámos chuva dentro de casa; o"outros" andam na rua a passar por entre os pingos. 
Esperemos que, no fim, se atinja um equilíbrio; porque, se assim for, estaremos lá para festejar o campeonato.

Entretanto, seguem-se 16 dias sem jogar, e com um empate no bucho para moer a cabeça...

»


agradeço ao caríssimo "magro vai ao ataque" o ter "desbloqueado" uma crónica ao encontro de ontem que eu, mais de doze horas depois, ainda não consegui redigir uma linha sequer...


(não) "disse!"



8 comentários:

  1. Vou-me explicar melhor para não haver interpretações enviesadas:

    - O Maicon arrancou a época em grande forma e titularíssimo. Mas continua a faltar-lhe estabilidade emocional para não ir abaixar quando o resultado não é bom. E isso acontece-lhe demasiadas vezes. Falta-lhe tranquilidade, e isso nota-se ao acompanhá-lo ao vivo. Até naqueles passes para o lateral, a sair a jogar, a bola nunca vai com o peso certo... Há aqui algum trabalho psicológico a fazer urgentemente!

    - Vejo que quem viu na TV achou que o Herrera fez um bom jogo. Mantenho o que disse, e acho que não foi assim tão bom. O Einstein é que tinha razão, tudo é relativo. Quando estamos habituados a ver um jogador numa posição a ter um desempenho, e de repente ele muda de posição no jogo seguinte com um desempenho diferente (deixem-me adjectivar de "diferente" em vez de "melhor", pode ser?), a tendência é para comparar com o anterior. Creio que na área comportamental chamam a isto de "recency bias".

    - O Quaresma tem 30 anos. Se ele tivesse 20 eu tolerava muito mais coisas. Aos 30 já tenho dificuldades. É altura de estabilizar emocionalmente. Fiquei também com a sensação de que fisicamente ele já não tem a potência e intensidade de há 3 ou 4 anos atrás. Era a arma dele... Receio que tenha entrado na curva descendente (estarei cá para festejar se ele mostrar o oposto, e ficarei contente porque será bom para todos!)

    - Relativamente ao Oliver, treinou condicionado depois de Bilbao. Não temos acesso aos treinos, não sabemos em que condições estão. Benefício da dúvida para o treinador.

    - Quanto aos adeptos, só mais uma nota: se temos um jogador cuja pressão mediática é tremenda devido ao seu preço (Adrian), e se no aquecimento durante os remates à baliza ele chuta por cima... Ver a própria claque a assobiar e a gozar com ele é capaz de ser idiota! É que o jogo ainda nem começou e já entramos em campo com um jogador que sabe que nem no aquecimento pode falhar. Repito: para isso, fiquem em casa. Não sou apologista de sermos uns carneirinhos amansados, mas se querem assobiar, criticar, vaiar, whatever, têm uma boa altura: DEPOIS DO JOGO. Pode ser? É que entrar em campo com "vento contra" não dá jeito nenhum! Já nos bastam as "outras forças"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro MVAA, não posso subscrever o que dizes do Herrera. Ele joga bem. No entanto as vaias ao Adrián (estou ansioso pelo dia em que ele vá provar - porque vai! - a esta gente toda que não é assim) dão-me vontade de espancar pessoas!

      Abraço!

      Jorge Vassalo | Porto Universal

      Eliminar
    2. Caro Jorge

      Obrigado pelo comentário. Como disse, vi o jogo ao vivo sem repetições e ângulos favoráveis. Tentei dar uma visão mais "pura", certamente enviesada, e por isso é possível que tenha sido injusto. No caso específico do Herrera, foi a sensação que me deu no jogo. Não gosto de duas coisas que ele tem hábito de fazer:

      1 - tentar receber e passar de primeira, "orientado", quando tem pressão em cima. Em alguns casos pode levar a perdas de bola perigosas. Acho que é consequência dele ter um mindset de jogador "livre" do meio campo, quando ontem estava a actuar como 2º médio.
      2 - os passes dele pecam sempre por "qualquer coisa". Na conta, no peso, na medida, há sempre ali qualquer coisa que não entra bem.

      Eu acho que ele tem muita qualidade, mas não neste sistema. Gosto mais de o ver quando se solta do meio para uma ala, aparecendo ali na zona de ninguém. Um pouco como era o Lucho da primeira época em Portugal.

      Um abraço!

      Eliminar

  2. comentário I do "magro" no blogue do caríssimo Vila Pouca (às 23h46m):

    «
    Comentário de quem viu no estádio sem repetições e sem acesso a vista privilegiada, e ainda a quente:

    1ª parte:
    - Boa entrada no jogo
    - Depois do golo, relaxamento excessívo
    - Adrian inadaptado à quantidade de adversários ali na zona à frente da defesa. O duplo pivot secou-o, e ele não soube fugir da zona para procura espaços nas alas e desequilibrar.
    - Carrinho do Maicon no golo do Estoril completamente desenquadrado... Começou a época em grande forma, está numa fase intermitente.
    - Quaresma a bater bolas paradas para a área: parem com isto por favor. Mais vale entregar a bola ao adversário... Os cortes são sempre ao 1º poste e alguns já feitos com o pé!...

    2ª parte:
    - dificuldades em carregar
    - o penalti, ao vivo, pareceu-me que ambos tocaram na bola em simulatâneo (logo, não havia nada). Fiquei com a sensação que o Fabiano chegaria mais depressa se tentasse tirar com o pé (e se calhar até sofria ele a falta).
    - Quaresma a tirar a bola ao Brahimi... Num livre a uma distância tão grande, o Quaresma marca se não houver guarda-redes... Foi mais um momento em que ele perde a noção dos seus limites (e mais um que o vai levar directo para a bancada, pela reacção que vi do Lopetegui).
    - Quaresma metido em confusões desnecessárias.
    - A perda de tempo e a treta do fair-play, que permite que alguns jogadores se deitem ao chão para poder reclamar bola fora, e depois levantam-se frescos que nem uma alface. Resolve-se isto de forma simples: jogador que saia de campo depois da própria equipa, a ganhar, colocar a bola fora, fica 2min sem poder entrar. Ou doi mesmo, ou então é vê-los logo a tirar o rabo do chão!
    - Confusão final resultou no empate.
    - O Aboubakar lutou muito e merece mais! Gostava de entrar com Jackson+Aboubakar de início, seria enfiar os adversários lá atrás!
    - Quaresma foi um desastre ao vivo (espero que na TV tenha sido bem melhor...)

    Comentário ao Soares Dias:
    - entrou naquela fase "aproençada" de querer mostrar que não é portista. E vai daí, mete-se no outro extremo: se há dúvidas, é contra o Porto.
    - Deu lei da vantagem em faltas à entrada da área que sobravam para alguém num amontoado
    - Até no 2-2 havia penalti por mão na bola. Não sei se a TV mostra, mas eu estou do outro lado do campo (!?!?) e consegui ver! Vá lá que entrou depois, mas é incrível a forma como ele entra em pânico a apitar o Porto.

    Desculpem lá, comentário a quente de quem poucas vezes tem oportunidade de ver o seu clube, conseguiu uma, foi ao estádio, pagou bilhete, passou por um frio danado e sai de lá com um empate. Nestas circunstâncias, é possível que algures neste texto tenha sido injusto com alguém.

    »

    ResponderEliminar


  3. comentário II do "magro" no blogue do caríssimo Vila Pouca (às 01h56m):

    «
    Vamos lá ver uma coisa... Saber se a melancia é boa depois de abrir é demasiado fácil, não acham?

    O que fez o Lopetegui hoje? O que tantos pediam: manter um 11 base! Vamos por pontos:

    1 - Oliver treinou condicionado a semana toda. Não estava em condições de fazer 90min
    2 - Quintero idem.
    3 - Tello idem para pior, nem foi convocado por se encontrar inapto.

    Posto isto, em relação a Bilbao, saíram Oliver e Tello sem condições físicas. Entraram Quaresma (que todos pedem!) e Adrian.

    Resumimos então a discussão ao Adrian:
    1 - Nas costas do ponta-de-lança com o BATE resultou, ninguém atirou pedras.
    2 - A alternativa seria Evandro (dos disponíveis), já que Rúben Neves é jogador de outras posições e já vimos que o meio-campo Casemiro-Rúben-Herrera não rende tanto. O Evandro não tem jogado, se tivesse entrado hoje iam chamar todos os nomes do planeta ao treinador
    3 - Se entrasse logo com o Aboubakar iam recordar os tempos do Co Adriaanse

    Posto isto, que 11 queriam então? Estamos a criticar o treinador por 1 opção? Por 1 jogador em 11? A sério?...

    Vamos ao jogo. Depois quando foi preciso mexer, aí ficaram algumas dúvidas. Mas mais uma vez o treinador é que sabe como tem os jogadores. Eu, leigo na matéria, teria feito diferente:
    1 - tirava Herrera e colocava Quintero aos 60min
    2 - mantendo-se o 1-1 ou 2-1, tirava Maicon e colocava Aboubakar. Ficava o Casemiro a fazer de trinco/falso central.
    3 - mantendo-se o resultado negativo, tirava Quaresma e metia Oliver. Colocava o Danilo a fazer o corredor todo.

    Mas nem isto sou capaz de criticar ao treinador. Metam uma coisa na cabeça: nenhum de nós vê os treinos! Não fazemos a menor ideia das condições físicas e psicológicas de cada jogador!

    »

    ResponderEliminar
  4. Ainda estou incrédulo com o que se passou ontem. No nosso jogo por diversos motivos, e com o jogo da Madeira já pelo habitual esta época. Resta—nos esperar que o Burro de C@ralho arme um cagaçal já que nós andamos muito mansinhos. Ainda ontem foram três. Um sobre Jackson na primeira parte impedindo—o de saltar à bola, um escandaloso sobre Danilo, e segundos antes de Oliver marcar há novo penalti por mão na bola. Bem se viu ao que o Soares Dias ia. Ia para nos derrotar.
    Mas vamos ganhar este campeonato, contra tudo, contra todos e contra tolos(aqui entram vários portistas).
    A rbitragem não serve de desculpa para tudo o que se passou no nosso jogo de ontem mas factos são factos. Ah, e para a imprensa não se passa nada. Normal.
    Ps:É uma porcaria agora serem os jogos das selecções, depois de um mau resultado urge corrigir o quanto antes, e fim de semana sem Porto não é fim de semana.

    FUTEBOL CLUBE DO PORTO sempre!!

    ResponderEliminar
  5. Miguel :
    Dói ... mas já passou !

    Abraço

    ResponderEliminar
  6. caríssimos,

    muito obrigado! pela vossa visita e pelas vossas gentis palavras!

    no fundamental:
    graças ao "magro" e aos vossos comentários, esta foi uma das "postas" mais vistas de sempre, cá no estaminé: só no dia de ontem ultrapassou as duas mil visitas

    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    abr@ços a «ambos os quatro» :D
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar

vocifera | comenta | sugere
(sendo que, num blogue de 'um portista indefectível', obviamente que esta caixa é destinada preferencialmente a 'portistas dos quatro costados'. e até é certo que o "lápis", quando existe, é azul.)

Show Emoticons