terça-feira, 14 de agosto de 2012

do «são os jogadores que devem ter protagonismo»


© Google

«

estou chocado! estou há muitos anos no futebol e nunca vi uma coisa assim! não compreendo que os jogadores de uma equipa com a reputação do 5lb, que joga na Liga dos Campeões, tenham uma atitude destas!
deveria ter sido um encontro de festa para nós, mas estamos, agora, perante uma acção deprimente. estamos sem palavras... estamos mortos de tristeza...
Fortuna e
5lb estavam dispostos a prosseguir o jogo, mas, o árbitro recusou por causa do comportamento dos jogadores do 5lb.

»



caríssima(o),

as palavras acima foram proferidas por Peter Frymuth, presidente do Fortuna Dusseldorf
como é do senso-comum, na Alemanha, não é comum o presidente de um clube de futebol dirigir-se amiúde à Imprensa - a não ser que seja um dirigente do FC Bayern München. mas, desde o passado Sábado (11 de Agosto), que este senhor não tem feito outra coisa. e tudo por causa da peitaça de Luisão no árbitro alemão Christian Fischer. e com o devido "eco" no seu país natal.

no meu entendimento, a descrição do «episódio caricato» e que «uniu ainda mais a equipa» lampiónica, nas palavras do seu «catedrático» treinador, partem do jornal alemão Kicker:

«

quando o árbitro Christian Fischer se preparava para mostrar o segundo cartão amarelo ao jogador do 5lb Javi "la mula" Garcia, devido a duas faltas feias sobre Oliver Fink no espaço de um minuto, o capitão Luisão correu cerca de 20 metros e atirou o árbitro ao chão com um 'body-check'.

»



penso que, para quem viu o vídeo do lance em questão, foi exactamente isso que se passou. 
aliás, até o lampiónico Cruz dos Santos o afirma na edição impressa de hoje, no pasquim da Travessa da Queimada, no seu artigo de opinião "consciência tranquila?": « mas Luisão mentiu e não pode sentir a sua consciência «tranquila», porque foi claramente apenas chocar com o árbitro [procedendo] de forma imprópria das responsabilidades que tem »
e se dúvidas persistirem de que foi uma peitaça à antiga, eis uma imagem elucidativa, publicada no jornal alemão bild.de:



© bild.de

  
portanto, o interveniente principal secundar-se na sua convicção de que « não fiz qualquer movimento de agressão. tentei estar à frente dos meus companheiros e vi o árbitro cair. [...] só tentei desviar os meus companheiros do árbitro. » não convence - a não ser, claro!, aos mais de seis milhões de adeptos da causa lampiónica da agremiação de Carnide, que ceguinhos que andam com as conquistas da pré-época (e novamente convictos de que "esta época é que vai for!, pelo que vou ali comer mais um courato com uma sagres", desconhecendo os significados de verdadeiro snack e de cerveja autêntica), ainda se deixam embalar pelas cantigas do seu director de comunicação, o qual afirma categoricamente que « estamos incrédulos com a posição do árbitro! eles [árbitros] têm de compreender que são os jogadores que devem ter protagonismo ».
é certo que «são os jogadores que devem ter o protagonismo» mas quando o fazem de forma digna, correcta, desportiva e civilizada. com os jogadores do 5lb, mormente desde que Jorge "Jebus" se assumiu como o timoneiro dessa nau sem rumo algum, o protagonismo dos artistas coisinhos deve-se a outro tipo de conduta, normalmente a resvalar para o anti-desportivismo e para o ignorar da "verdade desportiva" no local supremo e por excelência: as quatro linhas que delimitam o terreno de jogo.

e, diga-se de passagem, que ter como "advogado de defesa" um verdadeiro artista do cacete e da distribuição de pau, que alega que « foi uma situação um pouco caricata por parte do árbitro, que deve ter tomado alguns copos antes. sendo agredido não se cai daquela forma! », não abona muito à causa lampiónica - a qual, a larga maioria da nossa (abjecta) Comunicação Social (in)tenta difundir de forma desvirtuada e/ou facciosa para as massas coisinhas afectas à agremiação de Carnide.

é também por o perceber - tão bem ou ainda melhor que qualquer um de nós -, que o nosso grande presidente afirmou, após a conquista do septuagésimo segundo troféu oficial do clube, que « foi uma vitória importante e merecida e que serviu para compensar o triste episódio na Alemanha. são episódios destes que contribuem para que o Futebol tenha uma má imagem. ».
sim!, porque mais do que um lance caricato - que não é inédito e muito menos virgem no futebol luso, também já tendo sido protagonizado por craques afectos ao meu clube do coração - o que me revolta é a postura de chacota de todo universo lampiónico [vide vídeo até ao fim, após anúncio de 20''], cuja atitude coloca em causa, não só a idoneidade do Futebol Português (se é que ela existe), mas sobretudo a imagem do nosso FC Porto nesse "vasto território que dá pelo nome de Estrangeiro"®, pois (infelizmente) dele somos parte integrante.


finalizo este enorme testamento parafraseando o caríssimo Vila Pouca sobre a matéria em apreço, e que eu secundo em toda a linha:

« 

quando Jorge Jesus, perante aquele triste espectáculo se ri, está a pensar que tudo lhe é permitido - desde insultos a árbitros auxiliares, agressões a jogadores, gestos provocatórios a colegas de profissão, [pelo que] são estes rascas, sempre muito sensíveis ao azul-e-branco e muito ceguinhos em relação ao vermelho, que precisam de ser combatidos todos os dias.

»



ps:


é verdade: interrompi as minhas férias em Alfândega da Fé, ganhei coragem e pedi emprestado um telemóvel de última geração (com ligação à Internet e tudo), só para postar sobre um tema afecto... à causa lampiónica.
infelizmente, o que para alguns não passa de um «episódio caricato», para mim e como o referi no testamento acima, (i) trata-se de um lamentável incidente que deveria vexar todos os seus protagonistas - os quais dever-se-iam lembrar que estavam a ser convidados para participar numa festa, cujo anfitrião celebrava um regresso à muito desejado à primeira divisão alemã, pelo que dever-se-iam abster de risinhos irónicos, muito parvinhos, muito gays e perfeitamente dispensáveis - e (ii) cuja repercussão no imediato mediatismo dos media internacionais afectará inclusive a imagem desportiva do meu FC Porto.
faço votos sinceros para que, se nos calhar "em sorte" (ou num tremendo azar) um clube alemão, o nosso plantel esteja à altura de (mais uma vez) elevar bem alto o nome do Clube, respeitar os seus pergaminhos desportivos e atenuar os efeitos desta imagem triste e que só condiz com os protagonistas em causa - os quais gostaria que fossem exemplarmente punidos, mas que se tal tiver que ser por instâncias nacionais, sei de antemão que (mais uma vez) sairão «gloriosamente» impunes.
também o fiz depois de ter atingido o limite da minha paciência a escutar os mais variados argumentos em defesa do indefensável, bitaitados pelos lampiónicos frequentadores assíduos do café central da terra onde me encontro. talvez algum deles leia estas linhas e encontre a Razão, quem sabe...

por último, peço-te desculpa por (a) não ter conseguido encontrar um poder de síntese mais forte - assim como o do Jorge, em "racionalizações", lá no seu "porta19" - (pelo que louvo a tua tenacidade em teres lido todas estas linhas) e (b) por tantas e tão numerosas hiperligações no dito testamento  (igualmente necessárias para expor alguns dos meus pontos de vista).


beijinhos e abraços (nada, mas mesmo nada lampiónicos)!
Muito Obrigado! pela tua visita :)


4 comentários:

  1. 100% de acordo. Estes risinhos panascas merecem 6 meses de suspensão. Se fosse a UEFA ou a FPF a castigar, duvidava, mas parece q a FIFA está envolvida, o que me dá alguma esperança...

    ResponderEliminar
  2. @ doctor J.

    pois a minha esperança não vai tão longe quanto a tua e acho que iremos assistir (de camarote) a mais um caso gritante de impunidade, protagonizado por artistas afectos à lampiónica agremiação de Carnide.

    abr@ço forte (e bom descanso*)

    * seis da matina? a J. sabe disso? ;)

    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  3. meu velho, os meus dias são muito elásticos. o de ontem acabou a ler o tomo, o de hoje começou às 9:30h... Sempre fresquinho e pronto pra comentar. até já

    ResponderEliminar

vocifera | comenta | sugere
(sendo que, num blogue de 'um portista indefectível', obviamente que esta caixa é destinada preferencialmente a 'portistas dos quatro costados'. e até é certo que o "lápis", quando existe, é azul.)

Show Emoticons