domingo, 27 de janeiro de 2013

«arbeit macht frei» *

 
© Google


* «o trabalho liberta», em alemão.

[inscrição do letreiro à entrada do campo de concentração nazi em Auschwitz-Birkenau (sul da Polónia) – uma arcada com cinco metros de comprimento e 40 quilos de peso, feita por prisioneiros judeus]


Na sequência da Resolução nr. 60/7, de 01 de Novembro de 2005, a Assembleia-Geral das Nações Unidas, [ONU] - estabeleceu o dia 27 de Janeiro como o "Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto".
 
Portugal determinou, nos termos do nr. 5, do artigo 166º, da Constituição da República  Portuguesa, « associar-se à comemoração internacional, lembrando e homenageando a memória das vítimas que pereceram, assim como assumir o compromisso de promover a memória e a educação sobre o Holocausto nas escolas e universidades, nas nossas comunidades e outras instituições, para que as gerações futuras possam compreender as causas do Holocausto e reflectir sobre as suas consequências ».
[in Resolução da Assembleia da República nr. 10/2010, de 2 de Fevereiro]

o TOMO II associa-se à iniciativa da ONU, para que « nunca mais! ».


























6 comentários:

  1. Obrigado por esta lembrança. Pena que nos meios de comunicação mais geral este exemplo não seja seguido. Um documentario por ano não faz mal a ninguém. Não pode é passar às 4h da manhã... Além disso dois dos maiores filmes das últimas décadas (a lista de schindler e a vida é bela) têm esta temática e poderiam perfeitamente passar nestas datas simbólicas.

    ResponderEliminar
  2. @ doctor J.

    observações pertinentes, sem dúvida.
    penso que, ao que solicitas, se poderá epitetar de «serviço público de televisão»...

    ps:
    como costumo escrever «não precisas de agradecer. eu sei que sou um querido!»
    (pena que seja pela memória de um acontecimento infeliz. é que nem só de Futebol vive este homem que te/vos escreve...)

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  3. Miguel, na sequência do seu comentário no Blog do Vila Pouca sobre o Trio d'ataque, concordo consigo, o Gobern é um cabrão de primeira apanha e o Guedes não tem capacidade para defrontar o fulano.
    Aliás o único comentador portista com capacidade para contestar os lampiões é o Serrão. Este sim, tem bagagem e suficiente humor para atrofiar os tipos.

    AMonteiro

    ResponderEliminar
  4. @ Armando Monteiro

    caríssimo,

    saudades, isso sim!, do inigualável Pôncio Monteiro.
    (neste tipo de programas, faz-nos muita falta a sua tarimba...)

    abr@ço
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar

vocifera | comenta | sugere
(sendo que, num blogue de 'um portista indefectível', obviamente que esta caixa é destinada preferencialmente a 'portistas dos quatro costados'. e até é certo que o "lápis", quando existe, é azul.)

Show Emoticons