quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

not@s soltas de Basileia... [actualizado]


© uefa


i)


sem sobrancerias bacocas, pois que tal não é nosso apanágio, como há sensivelmente 31 anos, esta noite, em Basileia, o FC Porto concedeu o privilégio de se assistir a uma boa partida de futebol.
(vídeo com resumo aqui e (re)ver jogo aqui)

não afirmo que terá sido um hino ao desporto-rei, mas foi um desafio agradável de se assistir, com muita objectividade no jogo, uma esmagadora posse de bola para quem se apresentou como visitante, procura incessante do golo, solidez defensiva (pese embora aquela desatenção que possibilitou o golo do Basileia no único remate que se fez à baliza de Fabiano), acerto nos passes, variações de flanco assertivas e sobretudo muita personalidade.

o único senão foram aqueles dez minutos finais (mais os descontos), em que fiquei com a nítida sensação que se desacelerou porque o empate já bastava. 
e eu, que acreditei sempre que a vitória ainda seria possível, levei com um balde de água gelada, pois não contava com aquela atitude. compreendo-a, mas custa-me aceitá-la. e ainda agora, decorridas que estão três horas depois do apito para o "intervalo"...


ii)


antes da partida, Paulo Sousa afirmou: 
« O FC Porto é uma das três equipas que ainda não perdeu na Liga dos Campeões, a par do Chelsea e do Real Madrid. Tem dezanove golos marcados e apenas quatro sofridos, o que mostra uma equipa forte ofensiva e defensivamente. Ainda assim, estou confiante de que vamos ser a equipa que mais dificuldades lhes vai criar. »

não foi isso que aconteceu e não foi isso que se viu. ele também não e teve a humildade de o reconhecer, no "intervalo" da partida: 
«Foi o nosso pior jogo desta época. O FC Porto foi superior. Não é que tenha criado grandes ocasiões, mas foi superior. Com este resultado e com mais algumas semanas de trabalho e alguns jogos, espero partir melhor para o segundo jogo, para discutir a qualificação. A minha grande alegria é mesmo essa: hoje, o FC Porto podia ter resolvido a eliminatória, mas ainda estamos vivos. A minha equipa não se conseguiu encontrar, não conseguimos ter a personalidade e a qualidade que é costume termos. »

sempre gostei dele enquanto jogador; admiro-o ainda mais enquanto treinador - apesar do "autocarro" de três andares que apresentou em St. Jacob's Park.

infelizmente, por terras lusas, é tão difícil encontrar um treinador com esta frontalidade, reconhecendo o melhor jogo do adversário, como um jornalista (digno dessa profissão) capaz de afirmar que foi o FC Porto que tornou fácil a partida e não o inverso. mesmo em jogos da 'Champions'.


iii)


em princípio, tudo aponta para que Óliver vá fazer muita falta no Bessa.
"nos finalmente", conto que se esteja a fazer tudo (mas mesmo tudo! e com razoabilidade, claro!) para que permaneça pelo Dragão na próxima temporada.



iv)


Danilo só apontou a grande penalidade (de forma exemplar, diga-se) porque vai para o Barça, na próxima temporada. ou para o Real Madrid. ou para o Liverpool. ou para a Juventus...
(modo de ironia 'off')


v)


esta noite, Casemiro não esteve bem, mas Brahimi esteve pior, complicando o que se pedia que fosse fácil: libertar a chichinha para o colega que estava livre de marcação e (no máximo) a dois metros de si. 
saiu aos 60'. por mim, não teria regressado das cabines.


vi)


num jogo praticamente de sentido único, é impossível não falar do "desastre" que foi a arbitragem desgraçada de Mark Clattenburg. pior, só se se tivesse revisitado, com muita Paixão e de Mota, a hecatombe de um Machado qualquer, como em Braga...

» como foi possível que Walter Samuel tivesse permanecido em campo os 90'?! e porque raio é que não viu o segundo amarelo pelo grosseiro 'penalty' que cometeu (o segundo da sua conta pessoal...)?!

» porque é que Streller (um avançado...) não viu um único amarelo pelas cinco faltas que cometeu - tantas quantas o Casemiro?!

» será que houve um longo pestanejar colectivo no sexteto de árbitros, aos 30', que os impediu de vislumbrar o 'penalty' sobre Jackson?!

» e que momento de comédia 'à la carte' foi este?!

© menosfutebol


vii)


após o golo do FC Basel, vi-me "forçado" a desligar o som à televisão.
até então, aguentei estoicamente; depois daquele momento, a minha paciência "estoirou"
foi mau demais para ser verdade, num claro (por que eBidente) anti-portismo primário. até a minha esposa concordou em que houvesse silêncio (!!!).


viii)


apesar do que está descrito no ponto anterior, a massa adepta portista que esteve em St. Jacob's Park a apoiar incondicionalmente o nosso Clube do coração está de parabéns!
foram "enormes" e conseguiram esse feito extraordinário de silenciar uns adeptos helvéticos que nunca se dão por vencidos - ou que não se davam, até nos terem conhecido.
bem-hajam!, rapazes!

ix)


sem comentários:

© google | kosta de alhabaite



x)


num ligeiríssimo aparte, a quem, de boa-fé e por Bem, aceitou o meu repto, lançado em jeito de desafio, ao início da tarde, em nome do nosso Clube do coração, o meu sentido 

muito obrigado!

post scriptum pertinente:


© pasquim do 'sinhôre' serpa
(clicar na imagem para ampliar)


ó huguinho, vai bardamerd@!




"disse!"


17 comentários:

  1. Aposto que fomos miseráveis em Basileia ontem! Aposto! O Miguel é que viu mal. E eu também...

    ResponderEliminar


  2. sincera e honestamente, já há muito tempo que não sentia orgulho na nossa equipa.
    há erros? com certeza! há falhas individuais? sim! ainda se pode melhorar? obviamente!
    ainda há um longo caminho a percorrer. e a Perfeição não existe - a não ser nas consolas.


    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    abr@ços
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  3. o comentário do huguinho é uma forma de reconhecer valor e qualidade ao nosso treinador
    se o elogiassem é que seria de estranhar e desconfiar

    ResponderEliminar
  4. Caro Miguel,
    Por certo o Basileia entrou em campo
    com uma estratégia bem definida, que julgo que não seria: dar a iniciativa de jogo ao FC Porto; defender-se o melhor possível; e aproveitar algum lance
    de contra-ataque para marcar. Não, o FC Porto é que  dominou, controlou, pressionou, só faltou a eficácia, não permitiu que o Basileia fizesse mais do
    que fez. Os Suíços marcaram na única vez que remataram à baliza, foram eficazes; o FC Porto não foi tão eficaz, e por isso o golo surgiu já quase no final
    do encontro através de uma grande penalidade.
    Um empate fora com golos é sempre um bom resultado, obviamente que perfeito seria a vitória, mas o empate com golos não está de todo mal. Segue-se, dentro
    de três semanas, a segunda parte deste jogo no Dragão, esse sim decisivo.  

    Cumprimentos

    Ana Andrade
    www.portistaacemporcento.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Gostei ontem de ver os nossos laterais constantemente estacionados no meio campo deles, do Casemiro (SÓ) a recuperar bolas, do Marcano e Maicon sempre certinho, de Tello, Oliver e Jackson. Danilo fez novo jogo à "capitão" (aquele apronta maluco aos 94 minutos), mas, o que mais me impressionou foi mesmo a qualidade física da nossa exibição. Poderia haver mais
    Meia hora de jogo que tínhamos ali malta para aguentar nas calmas...

    Fizemos por ganhar, chegamos a sufocar os gajos, mas o 1-1 não está mau.

    Abracinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não era "apronta" mas sim "sprint"... Que nabice!

      Eliminar
  6. http://desculpeesselugaremeu.blogspot.pt/2015/02/esta-nas-nossas-maos.html

    ResponderEliminar
    Respostas

    1. caríssimo,

      muito obrigado! pela visita e pela partilha!

      o seu 'estaminé' já está adicionado, ali na coluna do lado esquerdo, no 'meu maraBilhoso mundo da bluegosfera'®.

      no fundamental:
      desejo-lhe muitas felicidades! para o seu (noBo) projecto :D


      somos Porto!, car@go!
      «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

      abr@ços
      Miguel | Tomo II

      Eliminar
  7. Depois do nosso golo "válido" também senti um grande seco na boca por não irmos a procura da vitória.
    E já agora uma vénia do tamanho do mundo pelo apoio, dos milhares de adeptos no estádio.

    ResponderEliminar
  8. De má fila é o cão;
    De fila má não tens razão.
    Se da fila sais,
    Dás-te conta da escuridão.

    Diz com eles o que dizem...
    Faz com eles o que fazem...
    Grita com eles o golinho
    Que em paz de ti és fininho.

    Crónico,
    Cínico,
    Escrevem o boletim clínico
    Da mentira que mente a cura.

    E dura, dura, dura....


    https://imbictopoema.wordpress.com/

    ResponderEliminar
    Respostas


    1. caríssimo,

      muito obrigado! pela visita e pela partilha!

      o seu 'estaminé' já está adicionado, ali na coluna do lado esquerdo, no 'meu maraBilhoso mundo da bluegosfera'®.

      no fundamental:
      desejo-lhe muitas felicidades! para o seu (noBo) projecto :D


      somos Porto!, car@go!
      «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

      abr@ços
      Miguel | Tomo II

      Eliminar
    2. Mais não posso agradecer
      Ao tão belo acto de corresponder...

      Abraço

      Eliminar
  9. O nosso clube está no caminho certo. A falta de eficácia há-de mudar... São momentos que acontecem em todas as épocas, a todos os treinadores (excepto o chiclas pelas razões que todos conhecemos) e a todas as equipas.

    Agora é pensar no jogo com o Boavista que é o mais importante...

    ResponderEliminar
  10. Miguel,

    Muito bem, boa análise dos acontecimentos!
    Temos de continuar, e sempre, a lutar contra tudo e todos o anti-portismo primário...

    Abraço

    PS - A eliminatória continua em aberto, e um "FC Porto ao seu melhor nível" (tem de ser) elimina o Basileia. É a minha crença...

    ResponderEliminar


  11. caríssima Ana, caríssimos,

    muito obrigado! pela vossa visita e pelas vossas gentis palavras!

    no fundamental:
    mais do que os («gloriosos») «paspalhos» de serviço, do nosso 'jornalixo tuga', é lamentável que ainda haja alguns de nós que não tenham percebido a importância do resultado de Quarta-feira.


    somos Porto!, car@go!
    «este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

    abr@ços a «ambos os dez» :D
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar

vocifera | comenta | sugere
(sendo que, num blogue de 'um portista indefectível', obviamente que esta caixa é destinada preferencialmente a 'portistas dos quatro costados'. e até é certo que o "lápis", quando existe, é azul.)

Show Emoticons